aprender ingles

Como aprender inglês: escolas, cursos ou aplicativos?

Em um mundo cada vez mais globalizado, dominar o idioma inglês se tornou uma necessidade. A língua inglesa faz parte do nosso cotidiano, seja em filmes e séries, seja na internet.

Quando alguém se dedica a estudar a língua inglesa, sempre surge uma dúvida: qual será o melhor método? Até um certo tempo atrás, a única opção era frequentar uma escola de idiomas.

Atualmente, porém, as alternativas se multiplicaram. Além do método tradicional, novas plataformas oferecem o ensino do inglês, como os cursos online e os aplicativos. E se existem novas alternativas, surgem novas dúvidas.

Qual a melhor forma de aprender inglês?

A resposta para essa pergunta está relacionada muito mais ao perfil do aluno do que ao conteúdo em si. Uma vez que a língua é a mesma, o que difere é a forma do ensino. E nesse ínterim, é o perfil do aluno que deverá indicar qual o método apropriado.

Buscar um método que seja interativo é uma boa escolha, já que a conversação e a fluência em inglês só serão atingidas com aulas práticas, que envolvem pronúncia e sotaques, por exemplo.

Experimente diversos métodos para aprender

aplicações para aprender ingles

Uma boa alternativa é comparar os métodos e perceber qual é o mais eficiente no seu caso específico. Pessoas que tem domínio dos aplicações atuais devem encontrar mais facilidade ao usar um app para aprender inglês.

Já os cursos online possibilitam a flexibilização das aulas a partir do tempo disponível do aluno, o que é uma grande vantagem, se levarmos em conta a agitação do dia a dia. Nestes cursos também é possível tirar dúvidas com professores nativos e usufruir de uma série de outras ferramentas de ensino.

Já os alunos mais tradicionais, aqueles que não abrem mão do contato direto com o mestre, devem testar os cursos oferecidos pelas escolas de inglês. Neles, a vantagem está no compartilhamento dos conhecimentos com outros alunos, e a socialização que esse ambiente oferece.

Se estudar inglês é uma necessidade, a forma de fazer isso vai depender de cada aluno, a partir do seu perfil de aprendizado. Além disso, vale ressaltar que um método não exclui o outro, e eles podem atuar como completementares.

 

 

tecnologia e ensino

Como a Tecnologia Vai Melhorar o Ensino no Futuro

Vivemos uma verdadeira revolução tecnológica, que afeta todos os setores das nossas vidas. Nos comunicamos de outra forma, interagimos e trabalhamos de outra forma e aprendemos de outra forma.

As transformações tecnológicas já mudaram muito a nossa forma de obter conhecimento. Nosso aprendizado já não é o mesmo que há dez, vinte anos atrás. As bibliotecas físicas foram substituídas pelos buscadores virtuais.

Trocamos os livros de papel pelos e-books, assistimos tutoriais que ensinam praticamente de tudo, lemos jornais e revistas do mundo todo, com apenas alguns clicks.

E como a tecnologia vai melhorar o ensino?

Quanto mais acesso ao conhecimento, maiores as probabilidades de apreendermos mais conteúdo. Entretanto, esse processo de adaptação não é imediato. Ainda confundimos informaçãoaprender com conhecimento, e eles são conceitos bem diferentes.

Nas escolas formais e tradicionais, a tecnologia vem trazendo cada vez mais novidades. Maior interação, novas ferramentas e plataformas visuais e intuitivas, maior conectividade com o mundo que nos cerca.

A melhoria do ensino proporcionada pela tecnologia já pode ser mensurada atualmente. As crianças nascidas nos últimos anos já experimentam essa nova realidade desde os primeiros meses de vida.

Muito além da escola formal

Uma das principais transformações, no entanto, está fora das escolas formais. Se até pouco tempo atrás elas eram o principal local onde se concentrava o conhecimento, hoje é possível fazer cursos online, à distância.

As distâncias, aliás, desapareceram completamente. Não existem mais fronteiras físicas e nem mesmo de linguagem. O acesso é democrático, para todos. Resta saber quais serão os próximos passos dessa revolução no ensino, trazidos pela tecnologia.

Essa revolução já começa a apresentar resultados visíveis e claros. E certamente novas formas de aprendizagem serão implementadas em pouco tempo. Novas ferramentas, novas formas de interação e novos métodos ditarão o ritmo do aprendizado, tanto de crianças como de adultos, em pouco tempo.

ensino superior

Devo ingressar no ensino superior?

Estudar é uma necessidade vital do ser humano. Movido pela curiosidade, somos compelidos a aprender como as coisas funcionam, porque agimos de determinada forma e como se dão as relações entre as pessoas e o mundo que nos cerca.

O estudo formal ainda é muito importante, pois, por mais que a tecnologia tenha mudado radicalmente a forma de obter conhecimento, alguns itens importantes ainda só são alcançados com um curso superior. Veremos aqui 6 razões básicas para ingressar no ensino superior.

Razões Porque Deve ingressar no Ensino Superior

  1. Formação acadêmica – em muitas áreas do conhecimento, só se obtém autorização para exercer determinada profissão se houver a formação acadêmica formal. Isso garante a qualidade do ensino e também da prática do ofício, o que é muito importante.
  2. Acúmulo de conhecimento – se atualmente temos muita informação, isso não significa que temos conhecimento. Os dois conceitos são bem diferentes, e ao ingressar no ensino superior, o aluno irá priorizar o conhecimento mais aprofundado, tanto na teoria como na prática.
  3. Importância social – outra razão para ingressar no ensino superior é a necessidade que a sociedade tem de contar com profissionais das mais diversas áreas. E o ensino superior é o responsável por preencher essa lacuna.
  4. Satisfação pessoal – muitos pais dizem aos seus filhos que o conhecimento é a única coisa que ninguém pode tomar. E isso é verdade. Bens, posses e coisas materiais estragam, se perdem e desvalorizam. Agora, o conhecimento, esse, ninguém pode tirar de outrem.
  5. Melhores ganhos – embora a remuneração não deva ser o principal critério, todos precisa garantir sua subsistência. Ingressar e concluir um curso superior aumenta muito a possibilidade de alcançar melhores ganhos. Portanto, vale a pena plantar agora para colher no futuro.
  6. Crescimento na carreira – se por exemplo você já tem uma expertise em alguma área, advinda de um curso técnico ou da sua própria experiência prática, ingressar em um curso superior certamente irá alavancar sua carreira. Com mais conhecimento teórico e com mais embasamento, você tende a galgar degraus cada vez mais altos.
melhor metodo de estudo

Como escolher o melhor método de estudo

Cada indivíduo é único, com suas características pessoais e suas peculiaridades. Embora a maioria das pessoas saiba disso, esquece que é importante saber se reconhecer a fim de facilitar grande parte de suas escolhas.

Essa lógica vale também para os estudos. Nem todos aprendem da mesma forma, e isso é cientificamente comprovado. Portanto, saber mais sobre o seu perfil irá ajudar a encontrar o melhor método de estudo.

E quais são os principais métodos de estudo?

metodo de estudo

Segundo os especialistas em aprendizagem, existem diversos perfis de alunos, e cada um deles se utiliza de recursos diferenciados para apreender os conteúdos em questão. Vejamos agora os principais perfis:

  • Alunos de perfil visual – para esse perfil, imagens, gráficos, ilustrações e outras formas visuais facilitam o aprendizado, já que eles associam as imagens ao conteúdo exposto.
  • Alunos de perfil auditivo – esse tipo de aluno absorve melhor os conteúdos se ouvir, gravar e ouvir novamente. Existem atualmente muitos recursos disponíveis para esse tipo de perfil, o que facilita o aprendizado.
  • Alunos de perfil sinestésico – esse aluno prefere a prática ao invés da teoria. Ele absorve melhor os conteúdos se for a campo, se fizer uma experiência ou um jogo de aprendizado, pois esses recursos facilitam o método de estudo.

Descubra o método mais eficiente

Vimos aqui apenas alguns exemplos de como o cérebro humano é capaz de absorver conhecimento. É provável que você tenha se identificado com um ou mais desses perfis.

O importante é você descobrir o método que funciona para você. Alguns alunos são extremamente metódicos e organizados, outros fazem do caos o espaço de aprendizagem.

Com um pouco de observação e de prática você irá perceber como o seu cérebro funciona e qual o melhor método para aprender. E lembre-se de que ele será único, só seu, e quanto mais você praticar, mais poderá melhorar seu desempenho nos estudos.

Estudar nos EUA

Melhores Faculdades Para Quem Procura Estudar nos EUA

Fazer uma faculdade nos EUA é o sonho de muitos estudantes, em todo o mundo. A excelência das instituições americanas pode ser comprovada pelas estatísticas, afinal oito das dez melhores faculdades do mundo estão em solo americano.

Para ser aceito em uma faculdade americana é preciso preencher alguns requisitos, como a fluência total e o domínio do inglês. Além disso, a lista de exigências de documentos pode dar um pouco de trabalho, mas certamente, ele será recompensado com uma das melhores formações do mundo.

Vamos conhecer agora as melhores faculdades para quem procura estudar nos EUA

Melhores Faculdades Para Estudar nos EUA

Estudantes nos eua

  • Universidade de Stanford – uma das mais conceituadas do mundo, já teve em suas fileiras 21 ganhadores do Prêmio Nobel, além de ex-alunos destacados em diversas áreas de atuação. Fundada em 1885, possui mais de sete mil alunos, e mantém cursos nas áreas de Direito, Medicina, Administração, Ciências Humanas e Engenharias, entre outras.

 

  • Universidade de Harvard – sinônimo de excelência no ensino superior, Harvard foi fundada em 1636, e atualmente conta com mais de vinte mil alunos. Conhecida pelos chefes de estado que foram alunos, a instituição se orgulha ainda de ter colecionado 47 Nobel, entre diversos outros prêmios vultuosos. Abriga cursos nas áreas de Gestão Pública, Artes e Ciências, Odontologia, Design, Direito, Medicina, Engenharia, Ciências Aplicadas, entre outras.

 

  • MIT – Massachusetts Institute of Technology – principal referência na área de tecnologia, o MIT abriga atualmente cerca de onze mil estudantes, em sua maioria pós-graduandos. Celeiro das grandes inovações tecnológicas, mantém cursos nas áreas de Arquitetura e Planejamento, Ciências Puras e Aplicadas, Engenharia, Oceanografia e Humanidades, dentre outras.

 

  • Universidade Berkeley – uma das mais tradicionais universidades americanas, Berkeley é considerada também a melhor instituição pública de ensino superior do país. Fundada em 1868, tem como missão reunir os melhores alunos do mundo para buscar a melhoria da qualidade de vida das pessoas e consequentemente, fazer do mundo um lugar melhor.

Vimos aqui algumas das excelentes universidades americanas. Se seu desejo é fazer parte da história das melhores faculdades dos EUA, comece já sua preparação, obtenha todas as informações necessárias, e boa sorte!

memorizar melhor para exames

Dicas para melhor memorizar para os exames

Cada indivíduo possui uma capacidade inata de memorização, que em geral é testada quando da proximidade de provas e exames. Seja no estudo ou no exercício de uma atividade profissional, melhorar a capacidade de memorização é essencial.

Essa capacidade pode ser exercitada, e depende de fatores externos. Vamos ver aqui algumas dicas para que o estudante possa manter o foco e a concentração, itens importantes para a melhoria da capacidade de memorização:

dicas para memorizar

Dicas para melhor memorizar

  1. Cuidar do corpo e da mente – manter o corpo e a mentes sãos é o primeiro passo para melhor memorizar. Isso significa ter boa alimentação, buscar a prática de alguma atividade física e priorizar boas noites de sono. Com o organismo em pleno funcionamento e com a menta sadia e descansada, os frutos serão colhidos mais facilmente.
  2. Preparar bem o local – segundo os especialistas em educação, o processo de aprendizagem e memorização está intimamente ligado ao ambiente. Por isso, é importante destinar um local específico, bem iluminado e arejado. Dentro do possível, que esse lugar também seja o silencioso, sem a presença de muitos ruídos externos, que podem atrapalhar a concentração.
  3. Conheça seu perfil – cientificamente é comprovado que as pessoas assimilam e memorizam os conteúdos de forma diferente. Alguns são extremamente visuais, outros auditivos e ainda há os que unem ambas as formas. Portanto, descubra como você memoriza o conteúdo de forma mais fácil, e se for o caso, grave e escute, copie e reescreva, pois, esse processo irá facilitar a memorização.
  4. Busque a concentração – antes do período de estudo é preciso buscar estar concentrado, e a respiração é um importante aliado nesse processo. Procurar esvaziar a mente ajuda a melhorar a memorização.
  5. Evitar interferências externas – dedique um tempo para o seu estudo, e nesse tempo, deixe o celular desligado e avise as pessoas que moram com você que não devem haver perturbações. Procure se livrar também de outros aparelhos que possam distrair, como a televisão, o computador e outros equipamentos.
  6. Tenha um plano de estudos – organização e método são fundamentais para o processo de memorização, então estabeleça um plano de estudos e o siga fielmente, pois assim, o tempo será melhor aproveitado e a aprendizagem facilitada.